Teste de produtos para conservação de aço carbono

Excelente teste realizado por Luiz Poell para saber qual o melhor produto para proteger suas facas! Desde a infância aprendi que óleos minerais, como o tradicional Singer ou similares servem muito bem para proteger o aço, mas com o tempo é necessário reaplicar. Quando estou na roça, sempre lavo e seco minhas facas, canivetes e facões. Aqueles de aço carbono ainda coloco óleo vegetal (de cozinha) para proteger as lâminas até que chegue em casa e dê o tratamento que julgo adequado para conservação. Outra pessoas preferem o WD-40, spray de silicone, vaselina, entre outras soluções.

A parte que pode ter sido uma pequena falha no teste é que algumas áreas do facão podem não ter tido tanto contato com folhas e outros detritos quanto outras. De qualquer forma o teste é bem interessante e me motivou a comprar Silicone em Spray!

Leia também:

7 comentários para “Teste de produtos para conservação de aço carbono

  1. Henrique Siqueira
    26 de março de 2014 at 15:21

    Gasparello, gostei do teste acima mas concordo com vc na medida em que as partes da peça ñ sofreram de maneira homogenia as ações de intempéries. Todavia isso ñ desmerece o autor, pelo contrário, a contribuição dele para a comunidade é grande. Encontrei um “manual” de Domingos Spinelli onde ele cita vária maneiras de testar a oxidação em materiais. Se vc tiver tempo, dê uma olhada, eu gostei do material e acredito que dê até rola um remake bem legal. Acho que é assim que agente aprende, na discussão dos temas, abraço!

    http://www.surtec.com.br/at/surtec_testes_corrosao.pdf

  2. Wagner
    26 de março de 2014 at 22:51

    já vi teste similar, outros produtos usados em uma placa-mãe de pc. acho q destes tinha só o WD40 e talvez o silicone, exposto à maresia em uma restinga por alguns dias. a incidência do spray marítimo era praticamente identica em todas as placas. venceu o Corrosion X, WD40 protegeu menos q outros. acho bem válido tais testes, mesmo com pequenos desvios. uso mt o silicone spray em minhas tralhas de pesca!

  3. Luiz Poell
    27 de março de 2014 at 02:01

    Gasparello,
    Obrigado por divulgar meu vídeo. Não podemos mesmo garantir a homogeneidade do contato com as folhas mas certamente foram 3 dias de muita chuva, meu amigo. Grande abraço!

  4. Paulo Bastos
    27 de março de 2014 at 02:22

    Realmente o Poell não fez um teste com o rigor científico, mas de uma maneira simples e bem rudimentar, porem com os devidos cuidados para tentar homogenizar o teste (com a proteção de filó), ele conseguir criar uma condição muito próxima daquelas encontradas quando estamos na mata.
    Realmente uma ideia tão simples e brilhante que não sei como não pensaram nisso antes!

  5. Ricardo Luiz Perrone
    31 de março de 2014 at 14:37

    Prezados. Cheguei agora no site. Quero dar minha contribuição. Moro na praia e a corrosão salina é um fato por aqui. Descobri no Google vários vídeos ensinando a fazer “Patina Rápida”. Fiz um teste com uma faca de aço carbono que vivia enferrujando. O resultado foi o melhor possível. Já repeti o trabalho com alguns facões e a proteção é efetiva não precisando aplicar óleos protetivos. Como é um processo caseiro acredito que a durabilidade vai depender do uso que se faz da faca ou facão. Porem, como é fácil de fazer, o processo pode ser repetido sempre que for necessário. Espero que seja útil a dica.

  6. Aurélio
    10 de agosto de 2015 at 01:37

    A melhor proteção, tanto para facas quanto para carabinas é o Corrision X.

    Abs

  7. Kalil
    1 de novembro de 2015 at 13:25

    E a questão de contaminação em cortes de alimentos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

WP-SpamFree by Pole Position Marketing