O que é Bushcraft ou o que são as Artes Mateiras?

O que é Bushcraft (Artes Mateiras)?

Antes de iniciar o texto, gostaria de esclarecer que, apesar de gostar muito do tema e de eventualmente tocar no assunto e de divulgá-lo, não me considero um praticante de bushcraft, ou artes mateiras (em tradução livre), tampouco gosto de usar o termo em inglês. Pode até ser que parte daquilo que faço seja considerado bushcraft, mas as atividades mateiras que mais gosto são as técnicas de sobrevivência na selva e em outros ambientes extremos. Minha resistência em usar este termo em inglês talvez se deva ao fato de só recentemente, em 2011, eu ter aprendido que tal palavra existe.

Bushcraft, ou artes mateiras, como prefiro chamar, seria a arte de viver junto à natureza, com ou sem ferramentas modernas, retirando recursos necessários ao seu bem estar e sustento, incluindo habilidades de fazer fogo, rastreamento, caça, pesca, construção de abrigos, uso de ferramentas como facas e machados, artesanato de utensílios com materiais naturais como cordas e tantas outras técnicas de sobrevivência no meio natural.

Muitos brasileiros dominam técnicas primitivas para sobreviver dia após dia, sejam em tribos indígenas que ainda vivem isoladas ou em regiões distantes, e até mesmo caboclos, como são chamados alguns moradores do interior. Estas pessoas, que precisam usar técnicas primitivas para o seu sustento, nem fazem ideia de que algumas pessoas da cidade grande usam um termo em inglês para tentar explicar parte das técnicas corriqueiras que usam para retirar da natureza comida, remédios e objetos úteis para sua subsistência. Por isso não gosto de me rotular como praticante de bushcraft ou de qualquer outra atividade. Para evitar misturar aquilo que faço com bushcraft ou sobrevivencialismo, outra coisa que também não pratico, tenho preferido chamar as técnicas que mostro em meus vídeos como “atividades mateiras“, mas poderia chamar de qualquer outra coisa que fosse compreensível aos falantes da língua portuguesa.

Para mim, estar no mato praticando técnicas de sobrevivência ou só caminhando, aprendendo sobre fauna e flora é um prazer, e o convívio com autênticos mateiros com quem procuro absorver conhecimentos antigos é muito gratificante, isso não significa que eu tenha que obrigatoriamente rotular tal atividade.

Imagine a surpresa de falar para o Zezinho ou para o Joãozinho que vivem na roça há tempos (não é pejorativo, meu primeiro nome é José) que eles são praticantes de bushcraft! Nem mesmo pessoas letradas conseguem saber  a diferença de técnicas de sobrevivência, bushcraft e sobrevivencialismo, imagine o ribeirinho do Alto Purus, na Amazônia ou o mineiro do interior que nunca saiu do meio do cerrado desde a infância. Por isso evito falar este termo em meus textos e vídeos.

Para quem gosta de definições ou termos técnicos, seguem mais algumas explanações sobre o tema.

O Bushcraft no mundo

O bushcraft é muito popular em várias partes do mundo, sendo que existem publicações especializadas sobre o assunto nos Estados Unidos e também muitos canais no YouTube que versam sobre o tema. Vale a pena dizer que para os falantes da língua inglesa, o termo bushcraft automaticamente explica ou remete o ouvinte ou leitor para o conceito do que seja a prática (bush = mato; craft = artesanato). No Brasil, a palavra parece uma gíria de surfista.
Na Austrália, Nova Zelândia e África do Sul, bushcraft é um termo popular para habilidades utilizadas em regiões ainda não tocadas pelo homem, o termo foi popularizado no hemisfério sul por Les Hiddins (The Bush Tucker Man), na Austrália, assim como no hemisfério norte por Mors Kochanski e recentemente ficou em voga no Reino Unido devido à popularidade de Ray Mears com seus programas de televisão de bushcraft e sobrevivência.
O Dicionário de Inglês Oxford define  Bushcraft como a “habilidade em assuntos relativos à vida no mato”. Antes da recente popularidade de Ray Mears e seus programas de televisão, o termo foi usado também pelos irlandeses, pelo escritor australiano Richard Graves e pelo professor canadense de bushcraft Mors Kochanski. A palavra tem sido usada em seu sentido atual na Austrália e África do Sul, pelo menos, desde 1800. É comum ouvir o termo bushcrafter para descrever alguém interessado em bushcraft.

O Bushcraft no Brasil

Apesar de várias técnicas de sobrevivência relacionadas à prática das artes do mato estarem sendo difundidas no Brasil por intermédio de programas de televisão como Survivorman e À Prova de Tudo, entre outros, foi somente a partir de 2008 que Giuliano Deinner Toniolo começou a divulgar o termo “bushcraft”  em seu canal no Youtube (giutoniolo). Desde então, o termo começou a se popularizar no Brasil, principalmente por vídeos no YouTube. Talvez inspirados pelos vídeos de Giuliano Toniolo, como é mais conhecido, diversas pessoas começaram também a divulgar técnicas mateiras diretamente ligadas à prática do bushcraft. Atualmente, Giuliano Toniolo vem ministrando cursos de sobrevivência e bushcraft na escola Mestre do Mato e continua a divulgar as artes mateiras em seu canal no YouTube.

Livros de Bushcraft

O termo foi usado nos seguintes livros (entre outros):
  • The History of Australian Exploration from 1788 to 1888 by Ernest Favenc; publicado em 1888.
  • My Brilliant Career by Miles Franklin; publicado em 1901.
  • Campaign Pictures of the War in South Africa (1899-1900) by A. G. Hales; publicado em 1901.
  • The Explorers of Australia and their Life-work by Ernest Favenc; publicado em 1908.
  • We of the Never-Never by Jeannie Gunn; publicado em 1908.
  • The Life of Captain Matthew Flinders by Ernest Scott; publicado em 1914.

É importante esclarecer que tenho apoiado iniciativas que versam sobre bushcraft e sobrevivencialismo porque muitas vezes os temas abordados são de meu interesse, mas isso não quer dizer que eu seja praticante de bushcraft, tampouco um sobrevivencialista.

Ray Mears (em inglês) – Aborígene iniciando fogo:

Les Hiddins (em inglês):

http://www.youtube.com/watch?v=y4LRlUMS70U

Giuliano Toniolo (em português):

Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Bushcraft

Veja outros posts relacionados:

 

Tags: , , ,

4 Responses to O que é Bushcraft ou o que são as Artes Mateiras?

  1. Acidentes com Animais Peçonhentos | Tocandira on 19 de março de 2012 at 3:47 PM

    [...] Bushcraft; [...]

  2. Alfredo Sanseverino on 27 de outubro de 2014 at 5:20 PM

    Prezado José. Muito interessante seu texto, mas você se esqueceu de citar os mais importantes difusores e guardiões da tradição das técnicas mateiras, Os Escoteiros! Movimento mundial Fundado Por Lord Baden Powell que existe há mais de 100 anos e hoje conta com mais de 50 milhões de membros de várias associações escoteiras no mundo. Alguns links interessantes:

  3. Léo Lima on 5 de novembro de 2014 at 12:15 AM

    Parabéns pelo texto!!!

    Depois de um tempo aprofundando neste mundo de “atividades mateiras” e depois de ter batido de frente com várias e várias pessoas por conta de nossas opiniões sobre o que seria “BUSHCRAFT” tenho tentado me afastar desta denominação, não abandonar a pesquisa e estudos nesta área nem deixar de curtir a prática das atividades mateiras mas apenas evitar de usar este termo para qualificar um gosto particular que divido com o pessoal dos grupos que participo. Sempre que posso pratico as técnicas que estudo, não sou grande conhecedor delas nem as domino de forma maestra, sou apenas mais um tentando aprender algo de meu interesse. Sei bem onde buchcraft, sobrevivência e sobrevivencialismo se divergem e se encontram porem é algo tão sutil e complexo que tenho tentado evitar apresentar para os demais e me ver envolto em mais um embate de ideias e opiniões sem fim nem fundamento.

  4. Felipe Araujo on 7 de novembro de 2014 at 3:22 PM

    E incrível como que no Brasil o pessoal fez bagunça com o termo bushcraft… deixa eu explicar de através da lingua inglesa o que seria bushcraft pois na minha opinião o motivo pelo qual Brasileiro inventa trinta significados pra essa palavra e o americano não e somente esse. pegue a palavra Witch (bruxa) e a palavra Craft (oficio, produzir) quando voce junta as duas da a palavra witchcraft (bruxaria) o que seria bruxaria? bruxaria e TUDO aquilo que uma bruxa faz com magia(conjunto de conhecimentos mais tecnicas), agora com a palavra woodcraft(marcenaria) Wood(madeira) craft(oficio, produzir), Marcenaria e TUDO aquilo que um marceneiro faz com madeira(conjunto de conhecimento mais tecnicas), desde a tecnica e pratica ate o conhecimento dos produtos e propiedades das madeiras. Seguindo a mesma linha de raciocinio, Bush(mato) Craft(oficio, produzir) e o conjunto de TUDO aquilo que se faz com coisas do mato. Porem, comer uma fruta silvestre e bushcraft sim e não, bushcraft e relacionado a fazer algo com algum material, porem identificar uma fruta silvestre se configura nos conhecimentos de bushcraft assim como indentificar qual chapa de madeira e de jacaranda se configura nos conhecimentos da marcenaria. Resumindo, o bushcraft esta dentro da sobrevivencia, sobrevivecialismo, do cotidiano dos indios e muito mais lugares, não existe diferença entre sobrevivencia e bushcraft, bushcraft e puramente conhecimento, ele esta em varias atividades e o motivo pelo qual esse engano ocorre e por causa dos videos de “bushcamp” que e um acampamento com menos material industrializado, uma coisa mais leve, basica e simples que aumenta o contato com a natureza. Lembre-se se voce vai fazer uma cadeira voce não FAZ marcenaria, você USA o conhecimento de marcenaria pra fazer a cadeira, assim como, se voce vai fazer uma cadeira do mato, abrigo temporario, fogueira, etc… voce não FAZ bushcraft, voce USA os conhecimentos de bushcraft. Bushcraft e conhecimento, arte, pratica, estudo… pela presença do suffixo “craft” eu garanto a todos que originalmente o bushcraft e mero conhecimento tecnico, agora se a palavra tomou novo significado ao entrar na lingua portuguesa o que as veses acontece isso e outra storia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*