Explorador britânico morre ao tentar cruzar sozinho a Antártica

HW-bio

As expedições polares inglesas nunca foram sinônimo de sucesso. As biografias dos lendários Shackleton e Scott são interessantes, recheadas de histórias de superação no caso do primeiro, e de morte e arrogância no caso do segundo. Ainda não sei o que pensar a respeito de alguém retomar uma expedição fracassada e tão perigosa sozinho, mas o britânico Henry Worsley quase conseguiu concluir o feito que Shackleton falhara. Os meus sentimentos são conflitantes, pois o cara quase chegou lá, tombou por doença, em seu site, aparentemente estava com equipamentos adequados, apesar de faltar informações mais completas da viagem. Quem sabe um dia possamos conhecer os detalhes desta expedição para poder formar uma opinião mais adequada a respeito do audacioso Henry Worsley. Com sorte, ele deve ter anotado suas memórias em um diário, tal qual faziam os primeiros exploradores polares.

A notícia completa no G1 você confere no link abaixo:

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2016/01/explorador-morre-ao-tentar-cruzar-sozinho-antartica.html

Confira o melhor livro de expedições polares já publicado em língua portuguesa: O Último Lugar da Terra.

Se tiver interesse, e se estiver com o seu inglês afiado, aqui tem mais informações sobre a expedição de Worsley: http://shackletonsolo.org/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

WP-SpamFree by Pole Position Marketing