Equipamentos para uso diário (EDC)

Acredito que, entre vários possíveis transtornos, eu tenha alguma obsessão em manter kits de equipamentos para fins diversos! Mantenho um kit de emergência no meu carro, outro no meu trabalho, outro para carregar comigo. Tenho kit de sobrevivência, de primeiros socorros, entre outros. Muitos já mostrei aqui no site!

Segue minha opinião sobre o comportamento de carregar itens úteis diariamente e, também, mostro alguma coisa que levo comigo, pelo menos, até a data da produção do vídeo!

A este comportamento, os gringos deram o nome de “Everyday Carry“, e definiram uma sigla: EDC. Em português, não conheço um nome que soe bonito. Eu não costumo chamar de kit de EDC. Não consigo me acostumar com isso, uma vez que tenho este hábito há muitos anos, provavelmente herdado do meu pai, a quem eu sempre vi carregando, pelo menos, um canivete! Meu pai nunca chamou os objetos que carregava de “meu kit de EDC”.

As pessoas estão complicando o trivial… aonde esse mundo irá parar?

7 comentários para “Equipamentos para uso diário (EDC)

  1. Sidney
    17 de março de 2014 at 19:39

    Mais um vídeo e uma terminologia que antes eu desconhecia. Preciso montar um EDC para mim.
    obs: Quando o Gasparello diz que é difícil achá-lo através do telefone celular, ele não está mentindo hehehe. Figuraça!

    Abraços!!!!

  2. Angel Almeida
    29 de setembro de 2014 at 03:13

    Em viagens aéreas ou em locais de segurança, alguns itens do kit diário não são permitidos, portanto devemos tirá-los do kit nestas ocasiões. Seria interessante escrever um artigo sobre o assunto, com algumas dicas de como proceder para conseguir substituir estes itens ou criar objetos alternativos para uso em caso de emergência. Grata.

  3. José
    18 de junho de 2015 at 23:03

    – Olá. Gostei muito das dicas; principalmente, da bolsa. Rsrs. Confesso que pra um cara andar de pochete ou bolsa de costas toda vez que sair, fica puxado demais e é pedir pra ser roubado.
    Eu colocaria neste meio, um pequeno kit de 1° socorros; até mesmo, pra acudir alguém na rua e tal.
    Tipo: remédios contra dor, anti- alérgicos, anestésicos, números de hospitais, polícia, táxi; uma pequena tesoura dobrável dentro dum saco fechado e higienizada com álcool, etc.
    Parabéns pela precaução e por nos mostrar mais meios de “sobrevivência” na cidade.

  4. Giuliano
    15 de julho de 2015 at 22:58

    ola ,odeio bajulação porem criticar todos sabem, mas faz tempo que assisto seus videos e somente agora consegui escrever algo, muitíssimo valido seus videos primoroso mesmo, parabens e estou sempre lendo e conferindo seu site parabens, so uma pergunta sei que pdoe ser banal mas tenho um canivete victorinox recruit, um spyderco Chicago e surgiu de eu comprar um bantam da victorinox tendo por base ser pequeno , o que voce acha…sei que muito particular mas seria uma compra desnecessária ou nao

    • José Luciano Gasparello Filho
      16 de julho de 2015 at 10:27

      É difícil opinar, se for necessário, talvez seja uma boa, mas se for só mais um para guardar, talvez seja desperdiçar sua grana.

  5. Euclydes
    24 de abril de 2016 at 00:56

    Sou advogado na Capital de São Paulo, e também gosto de aventuras. Tenho pouco tempo para lazer, mas tenho meu EDC urbano e de acampamento. Gostei muito do seu site e seus vídeos. Parabéns.

  6. valéria malagueta
    27 de abril de 2016 at 00:37

    Muito interessante o vídeo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

WP-SpamFree by Pole Position Marketing