Dica de Livro: O Último Lugar na Terra

Escrito por Roland Huntford, O Último Lugar na Terra – A Competição entre Scott e Amundsen pela conquista do pólo sul – é uma obra-prima sobre as explorações polares. São mais de 700 páginas que remontam a vida do norueguês Roald Amundsen e do inglês Robert Falcon Scott. Ambos chegaram ao pólo-sul, mas com preparações e resultados bem diferentes.

Apesar do foco ser a conquista do pólo-sul, o livro cita várias expedições polares e seus exploradores, como o também norueguês Fridtjof Nansen, em quem Amundsen se espelhou e forjou seu modo de exploração com equipes pequenas, equipamentos apropriados e cães esquimós; os norte-americanos Frederick Albert Cook e Robert Peary, que alegaram ter conquistado o pólo-norte; e o inglês Ernest Henry Shackleton, que participou das primeiras explorações; entre outros.

O livro mostra como Amundsen tencionava ser explorador polar desde a infância e ainda jovem decidiu que vida gostaria de ter. De família abastada, chegou a cursar medicina por insistência de sua mãe, sendo um aluno medíocre. As explorações polares nunca saíram de sua cabeça, e somente após a morte da mãe Amundsen ficou livre para seguir o seu destino. O pai foi capitão da marinha e proprietário de navio, então Amundsen não teve problemas para aprender a navegar, mas nunca perdeu o foco das expedições polares, tendo participado em várias navegações como tripulante desde um navio de caça às focas até em expedições polares capitaneadas por outros personagens. Amundsen aprendeu tanto com os erros quanto os acertos de outras pessoas, preparando-se por vários anos sempre com o objetivo de aprimorar-se como explorador polar.

De outro lado, o livro mostra o inglês Scott, que fazia parte da marinha britânica. O objetivo principal de Scott era apenas o de ser promovido rapidamente na marinha, nunca tendo como meta de vida a exploração polar. Por aí já começam as diferenças. Scott não procurava aprender com outras explorações, não ouvia exploradores experientes, repetia erros e tinha uma forma de liderar questionável.

Os dois protagonistas são levados à tentar conquistar o último lugar na terra no mesmo período em que várias outras expedições tentavam chegar em primeiro lugar ao pólo-sul. A exploração virou uma corrida em que cada protagonista assombrava os sonhos do outro. Quem chegasse em segundo, teria muito a perder.

O livro mostra como Amundsen fez parecer fácil a chegada ao pólo e como Scott conduziu seus homens à tragédia. O livro pode servir também como uma lição de liderança e de preparação para a conquista de objetivos, mostrando duas formas completamente diferentes de fazer a mesma coisa.

É um dos melhores livros que já li!

Talvez você goste de ler também:

3 comentários para “Dica de Livro: O Último Lugar na Terra

  1. Douglas
    9 de dezembro de 2015 at 01:59

    Cara, estou louco para comprar esse livro mas não o encontro em lugar algum, alguma dica?

    Parabéns pelo site,
    att.

    • vinicius gomes pimentel
      24 de janeiro de 2016 at 23:08

      comprei o mesmo na internet (estante virtual ) , é um site que reune centenas de sebos , o livro realmente é um dos melhores , deveria ser objeto de estudo por seus ensinamentos/liçoes

  2. Douglas
    29 de janeiro de 2016 at 14:54

    Vinicius, você comprou tem muito tempo? Deve ter tido sorte, pois venho procurando há algum tempo tanto no Estante Virtual quanto no Livronauta e nada, nenhum exemplar disponível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

WP-SpamFree by Pole Position Marketing