Como aprender sobrevivência?

Vez ou outra sou questionado sobre de que forma aprendi as técnicas mateiras que mostro. Não me considero um grande mateiro, mas como gosto do assunto, tenho aprendido o suficiente para repassar algum conhecimento.

Boa parte daquilo que sei aprendi com meu pai e com meu falecido avô paterno. Até hoje me surpreendo quando vou falar com meu pai sobre algo novo que aprendi e ele revela que já sabia e até dá mais detalhes. Hoje, aprendo muito com verdadeiros mateiros com tem tenho a sorte de conviver, pessoas simples que necessitam deste conhecimento porque tiram parte de seus recursos da natureza. Algumas coisas também aprendi no próprio YouTube, mas a maior parte dos temas que abordo foram provenientes de leituras, desde a infância até hoje.

Quando escrevo vez ou outra que pouco aprendi nos programas de sobrevivência na TV, falei sério. As técnicas de sobrevivência são de certo modo muito difundidas no mundo todo, então, podem ser chamadas de universais. As variações das técnicas existem, mas se analisarmos friamente, são sempre mais do mesmo. Existe muito pouco do que vemos na TV que não estão nos livros ou que não possam ser aprendidas com os escoteiros.

Quando publiquei o vídeo falando sobre o livro A Expedição Kon-Tiki, quase ninguém se interessou no vídeo para ver do que se tratava. Não é um livro de sobrevivência, mas trata-se de uma expedição bem planejada que evitou o extremo de uma situação de sobrevivência real. Continuarei a indicar livros de grandes expedições, de histórias de sobrevivência reais e até mesmo livros falando sobre técnicas mateiras. Quem quiser que aproveite as dicas!

Leia também:

A Expedição Kon-Tiki.

9 comentários para “Como aprender sobrevivência?

  1. 21 de setembro de 2014 at 12:05

    Bela abordagem… e assim como você, sou um amante da mãe natureza e se me permite, segue como sugestão a todos que apreciamos o convívio com a natureza um excelente livro dos Irmãos Villas Boas “A MARCHA PARA O OESTE – A epopeia da Expedição Roncador-Xingu – Orlando Villas Bôas e Cláudio Villas Bôas” esse é um livro que não podemos deixar de ler pois retrata o verdadeiro espirito de sobrevivência, bushcraft, solidariedade, e aventura real vivida por esses grandes desbravadores, vale a pena conferir é muito bom mesmo e o que melhor, é uma historia, uma situação real vivida por esses grandes desbravadores.
    Um grande abraço.

  2. Sanderson Augusto de Castro
    24 de setembro de 2014 at 00:27

    Gasparello, boa noite!

    Sou fã do seu site, acompanho desde quando era um blog.

    Consegui o livro que você indicou, mas ainda não consegui ler (farei assim que terminar o que estou lendo atualmente.). Me interesso por acampamentos em matos e na minha cidade temos até um grupo de amigos que viajamos juntos, porém quando as esposas vão, daí procuramos uma área de camping, mas gostamos mesmo é do matão. Não sabia nada como me virar no mato e lendo o seu blog/site e pegando as dicas que passou, baixei todas e hoje nos viramos.
    Próxima viagem iremos subir uma trilha de uma montanha na chapada em Ouro Preto, e lá em cima não tem como armar barracas, levaremos sacos de dormir, e por ser uma área de preservação não podemos ascender fogo.

    Gostaria de me corresponder com você, pois tenho-o como professor.

    O site está de parabéns!

    Abraço,
    Sanderson.

  3. 24 de setembro de 2014 at 02:14

    Ola…..adoro suas materias, eu adoro montanhas e matas, sempre dei preferencia pelas montanhas pois moro em uma região montanhosa.
    pratico montanhismo no minimo uma vez por mes principalmente no inverno que é a estação que mais adoro dormir nas matas.
    Tenho aprendido muito com voce e com o you tube.
    Faço isso desde os meus 15 anos ja tenho 67 e Se Deus quiser quero morrer em uma montanha.
    Grande abraço e grato pela dedicação que da a nós mateiros em seu site

  4. 24 de setembro de 2014 at 02:16

    Tenho aproveitado muitas dicas suas referente a equipamentos.você é muito útil para quem pretende se iniciar nessa atividade tão saudavel

  5. Luiz Gama
    24 de setembro de 2014 at 23:14

    Prezado Gasparello, vou tomar a liberdade de perturbá-lo, mas antes quero mais uma vez parabeniza-lo pelo excelente espaço que você criou sobre um assunto tão importante quanto a sobrevivência em ambientes selvagens, muito bom mesmo.

    O que me leva a esta mensagem é fato de não estar mais encontrando o caminho para duas fontes muito importantes que foram destacadas em seu blog. A primeira é a tradução do manual de sobrevivência do exército americano, a segunda é a apostila do Centro de Instrução de Guerra na Selva e a abordagem sobre sobrevivência. Acessei este último há dois dias, achei excelente, mas ontem quando tentar acessar, não encontrei mais o caminho pelo Tocandira. Você pode me dar uma luz sobre isto?

    Valeu pela atenção.

    Grande abraço.

    • José Luciano Gasparello Filho
      24 de setembro de 2014 at 23:24

      Os manuais estão funcionando onde sempre estiveram, no menu Sobrevivência, submenu Técnicas de Sobrevivência e Atividades Mateiras. Talvez a sua rede não permita downloads, acabei de testar e os links estavam funcionando.

      Atenciosamente,

      Gasparello

  6. Brasiel
    7 de outubro de 2014 at 22:41

    acho muito legal o filme do kon-tiki continue postando filmes!

  7. Mauricio
    11 de outubro de 2014 at 16:10

    Fala Gasparello,beleza? Não consigo achar a apostila do Centro de Instrução de Guerra na Selva e a abordagem sobre sobrevivência em seu site. Vc poderia me mandar por E-mail?
    mauriciomello366@gmail.com
    Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

WP-SpamFree by Pole Position Marketing