Canivete Cimo Wood

O texto abaixo foi gentilmente enviado pelo leitor David Otávio Almeida.

Meu pai é motorista de ônibus, e, como muita gente que trabalha o dia todo na rua, ele leva sempre consigo um canivete para o caso de precisar descascar uma fruta ou cortar qualquer coisa. Ainda me lembro de quando eu era muito pequeno e eu via com ele um canivete totalmente em inox que é idêntico ao Cimo Canivete aço inox tradicional. Um dia, durante um dos ataques do PCC ao transporte público paulistano, vândalos entraram no ônibus e queimaram o veículo junto com as coisas do meu pai e assim foi o adeus ao velho canivete. Passado o susto, ele comprou um novo que ainda o acompanha. Há umas semanas fui mexer no canivete e ao abrir a lâmina esta deu a sensação de areia na mola, vi que estava gasta por conta dos anos de uso e resolvi comprar um novo. Na loja eu vi um Cimo Wood, queria o modelo com cabo de chifre, mas como o Cimo Wood é muito bonito eu acabei por comprá-lo, dias depois tive a ideia de escrever este artigo para o Tocandira.

O canivete é feito com lâmina em inox que de tão polido chega a ser espelhado, a afiação de fábrica é excelente a ponto de poder cortar pelos do meu braço, a mola que segura a lâmina é bastante dura e da um tanto de trabalho para abrir e fechar, não nego que é ruim para abrir com mão molhada, além do risco de cortar os dedos, mas a grande vantagem é que molas assim demoram muito mais para apresentarem fadiga no material e portanto duram muito mais, além de dificultar em fechar a lâmina acidentalmente.

Aqui o temos ao lado de outro canivete do tipo “suíço” para fins de comparação, entre eles coloquei uma nota de 20 para poderem ter uma noção do tamanho real deles.

O cabo é bem ergonômico, tem uma boa pegada e é confortável. É feito em latão polido, o que dá um acabamento muito bonito e um peso um pouco mais elevado ao produto mas que não chega a ser um incômodo.

Aqui um detalhe das talas de madeira que ornam o cabo, como vemos aqui são feitas de madeira laminada, sendo uma camada de madeira mais clara e outra de madeira mais escura causando um belo efeito visual, podemos ver uma terceira cor que no caso é vermelho vivo, no site da Cimo a foto que divulga o produto apresenta coloração verde (vide foto abaixo), desconfiei que o vermelho poderia ser algo natural da madeira e no caso da foto verde abaixo uma distorção óptica ao se fotografar o produto, mandei um e-mail à Cimo perguntando se essa cor é devida a uma camada de resina cujo objetivo é colorir a madeira e em caso positivo quais seriam as demais cores usadas além de verde e vermelho mas não recebi resposta.

Foto do canivete retirada do site da Cimo, onde vemos a cor verde no cabo.

Concluindo, o canivete é um bom investimento, ele só peca um pouco pelo volume um pouco grande quando fechado. Além da qualidade ele tem o diferencial de ser muito mais bem acabado do que um produto equivalente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

WP-SpamFree by Pole Position Marketing