Calçados para atividades ao ar livre

Existem equipamentos para todos os tipos de atividades e bolsos, sendo que um enorme mercado ávido por novidades se formou em artigos esportivos dos mais diversos ramos. Não só para tênis, sapatos e coturnos, mas para todo tipo de equipamento que vai da pesca, camping até o ramo de alta tecnologia. Sou a favor de comprar sempre o melhor equipamento que o seu dinheiro permitir. Às vezes compramos algo de qualidade ruim e acabamos tendo que comprar um segundo produto de melhor qualidade que realmente seja capaz de nos atender. Mas nem sempre o equipamento mais caro é a melhor opção. Agora vamos falar um pouco sobre os calçados que uso para caminhadas, trilhas e acampamentos.

Tênis de cano curto

Gosto de correr. Corro no asfalto, na esteira, na areia, no cascalho. Corro igual ao Forrest Gump! Mas como o tema principal Tocandira é a lide mateira, gostaria de me ater às caminhadas por estradas rurais. Citei as corridas porque os tênis específicos para estas atividades são os que eu uso na maior parte do tempo. Sim, incluindo em pescarias, acampamentos, etc. Quando um par de tênis já não serve mais para as corridas em asfalto, ainda é útil para correr em lugares com menor impacto, como nas esteiras e também para caminhadas. Dentre todas as atividades mateiras que faço, as caminhadas em estradas rurais estão no topo da lista! Gosto de ouvir o som do cascalho enquanto ando. Para esta atividade em estradas rurais não acidentadas, não é necessário um tênis de couro, geralmente mais duro, ou de cano alto. Nos meus vídeos não é raro você me ver usando os confortáveis tênis do corrida de pano no lugar dos tênis de cano alto ou até mesmo dos coturnos. O que cabe aqui é o bom senso. Detesto me arriscar por entre o capim alto. Quando o faço, e raramente, é sempre com coturnos de couro. Estar com um par de tênis no meio de um bosque não quer dizer que eu esteja na iminência de uma picada de jararaca. Há locais e locais. Prefiro sempre aqueles que me oferecem menores riscos. É muito comum eu estender uma lona na frente da minha barraca e ficar descalço fazendo várias atividades distintas. Já me criticaram por aparecer em vídeos mateiros usando um par de tênis comum como se isso fosse uma heresia. Faço aquilo que me dá na telha dependendo o local de minhas atividades. Tem bicho grilo famoso que anda descalço em vídeos de sobrevivência! E os índios que ainda vivem isolados, o que será que usam? Apesar de preferir um confortável par de tênis de pano praticamente em 90% do tempo, muitas vezes não é o mais adequado. Veremos a seguir.

Tênis de couro de cano alto

Gosto muito de fazer um segundo tipo de caminhada. Quando saio para aprender sobre plantas ou para fotografar e filmar aves e outros animais, prefiro os tênis de couro de cano alto, talvez possamos chamar de tênis de trekking. Apesar de já ter realizado esta atividade muitas vezes com tênis de canos curtos, muito mais confortáveis, não os indico para esta atividade. Estes calçados de cano alto permitem uma maior estabilidade quando subimos e descemos barrancos, passamos sobre pedras e outros terrenos acidentados. Eventualmente passo por moitas aonde alguma cobra pode se esconder. Apesar da proteção não ser a ideal, é um pouco maior que nos tênis de canos curtos de pano. É importante salientar que nunca deixei de sair por aí fazendo o que gosto porque não tinha um par de tênis de couro de cano alto. Só tomava mais cuidado!

Coturnos

Sem sombra de dúvida, coturnos de couro são os melhores calçados para atividades mateiras. Além de uma melhor proteção contra animais peçonhentos, oferecem a versatilidade de enfrentar qualquer terreno. Existem marcas confortáveis para longas caminhadas e, ao mesmo tempo, que oferecem proteção e estabilidade. O problema das melhores marcas são os preços. Eu tenho um problema sério tanto com coturnos quanto qualquer calçado de couro. Por mais confortável que pareça dentro da loja, basta uma caminhada de meio quilômetro para começar a sentir um desconforto no calcanhar. Já usei todas as técnicas, acreditem. Meias especiais, inclusive. A única coisa que resolve este problema no meu caso é um pedaço de esparadrapo microporo aplicado diretamente no meu calcanhar, apesar de que você também pode aplicar o esparadrapo mais duro e até mesmo silvertape diretamente no local aonde as costuras dos calçados costumam fazer seus maiores ferimentos. Mas não é algo prático, por isso sempre preferi os confortáveis tênis de tecido ao couro. Tenho um par de coturnos que paguei uma quantia substancial, mas já fiz caminhadas de mais de 10km sem problemas, mesmo sem amaciá-los e sem usar qualquer artifício para proteger meus calcanhares. Foi difícil, mas encontrei uma marca que se adequa ao formato dos meus pés e ao meu tipo de pisada, o que não quer dizer que esta marca sirva para você também. Se a atividade que estou prestes a fazer inclui uma trilha com capim alto no meio do mato, certamente é o calçado indicado, caso contrário, minha opção é pelo conforto de um belo par de tênis!

Botas EPI (Equipamento de proteção individual)

Uma boa solução que une economia e proteção são as botas de EPI, muito utilizadas em atividades profissionais aonde a segurança é importante. Existem botas EPI das mais diferentes qualidades, mas de um modo geral, são bem mais em conta do que tênis de couro e coturnos.

Leia também:

1 comentário para “Calçados para atividades ao ar livre

  1. 13 de março de 2014 at 02:44

    Ótimo artigo ! Muito importante tratar sobre isso. Parece algo tão óbvio, mas só quando tratado assim detalhado é que percebemos a importância real do assunto…

    abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

WP-SpamFree by Pole Position Marketing