Arremesso com carretilha

Depois de assistir muitas tentativas de vídeos tentando ensinar como arremessar com carretilha, alguns interessantes, outros extremamente complicados, resolvi coletar algumas informações com meu pai, com amigos e com vendedores de lojas de pesca. Pratiquei até pegar o jeito, arremessando sem me preocupar com a forma, mas com o resultado. Ao invés de usar as mais variadas técnicas dos vídeos que assisti, procurei aprender de modo a me sentir confortável com meu equipamento, sem me preocupar com o jeitão robótico e sisudo de arremesso. Estou contente com o equipamento e posso dizer com segurança que tanto o arremesso quanto a regulagem de uma carretilha são coisas muito simples. Até existem alguns vídeos interessantes, mas não existe consenso da forma de executar as várias técnicas. Algumas pessoas falam que a posição inicial da vara para o arremesso deve ficar nos 180º, outros pregam que a vara deve partir de um ângulo de 90º . Tem gente que ensina a segurar a vara com o indicador no rebosteio da rebimboca da carretilha de forma a conseguir arremessos como o duplo twist carpado. De saco cheio de tantas técnicas diferentes que mais afastam as pessoas do que aproximam da pesca com carretilha e iscas artificiais, resolvi ensinar à minha maneira.

O principal é aprender a regular o peso da isca. A cada troca de isca, você deve mexer na regulagem do peso para que o tambor não rode mais rápido do que a isca de modo a formar as temidas cabeleiras, ou seja, ao liberar o tambor para conferir a regulagem do peso da isca, certifique-se que ela não caia no chão de uma vez, mas de modo lento. Segue meu vídeo com alguns exemplos de regulagem e arremesso.

Se gostar do vídeo, lembre-se que sua inscrição em meu canal no YouTube é muito importante para incentivar a produção de novos trabalhos! Inscreva-se aqui!

Leia também:

7 comentários para “Arremesso com carretilha

  1. Nelson Felix Da Silva
    18 de novembro de 2013 at 20:37

    muito boa sua explicação, bem simples e sem aquelas técnicas complicadas.

    • José Luciano Gasparello Filho
      19 de novembro de 2013 at 10:04

      Caro Nelson,

      A intenção é esta, tentar explicar sem complicar algo que é simples. As pessoas valorizam demais as técnicas com carretilha. Claro, depois que você pega o jeito dos arremessos, sempre existe algo que pode melhorar sua técnica, mas para iniciar, não devemos nos preocupar com regras excessivas!

      Abraço

      Gasparello

  2. Henrique Silva
    19 de novembro de 2013 at 00:29

    Oi Luciano estou escrevendo para dizer que morei 22 anos na África do Sul e lá nos pescávamos bastante, eu pelo menos 3 vezes por mês. Já voltei há 18 meses e ainda não fui pescar…aqui ficou difícil pra mim depois de tantos anos fora, agora que encontrei vocês poderemos trocar algumas ideias sobre Pescaria de agua doce. Agradeço a oportunidade de poder comunicar-me com vocês. Um grande Abraço. Henrique Silva…..

    • José Luciano Gasparello Filho
      19 de novembro de 2013 at 10:03

      Caro Henrique,

      Estou retornando às pescarias depois de anos interessado em outras atividades. Pesquei bastante na infância e estou redescobrindo o prazer desta atividade! Tudo que aprendo, divulgo aqui no site, espero que goste!

      Gasparello

  3. Gessy
    4 de dezembro de 2013 at 22:03

    Valeu Gasparello pelas dicas,nunca pesquei com carretilha,so com molinete,agora vou tentar com carretilha, valeu amigo,fica com DEUS !!!

  4. lucas nascimento
    11 de janeiro de 2014 at 16:57

    Muito bom Gasparello ,com suas explicações eu melhorei na pesca com molinete e com carretilha.
    Muito obrigado pelas dicas e fique com DEUS

  5. 28 de fevereiro de 2014 at 17:06

    oi gasparello gostei muito do seu site tocandira parabens pelo trabalho eu aprendi muitas coisas com os seus videos tenho 4 carretilhas e agora aprendi a usa fica com DEUS!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

WP-SpamFree by Pole Position Marketing